sexta-feira, 5 de agosto de 2022

AULA CONCENTRAÇÃO IÔNICA E MOLECULAR

 ESTUDAR ANTES A AULA DE DISSOLUÇÃO => CLIQUE AQUI


Esta aula será útil no estudo dos seguintes assuntos da química.


1. Propriedades Coligativas

2. Cálculo da concentração das soluções

3. Equilíbrio Químico: molecular e iônico

4. Potencial Hidrogeniônico ( pH )

5. Eletroquímica - pilhas e eletrólise

CONCENTRAÇÃO DE PARTÍCULAS

      Na figura abaixo observe visualmente a diferença entre uma solução mais concentrada com maior número de partículas dissolvidas e uma menos concentrada com menor número de partículas dissolvidas, independentemente do tamanho de cada partícula.

CONCENTRAÇÃO IÔNICA EM SOLUÇÃO

            
           Compostos iônicos quando solúveis na água, se dissociam em seus íons, porque a atração das moléculas de água sobre eles é maior que a atração entre eles e depois são solvatados (rodeados) pela própria água, para evitar que se unam novamente.
                                1NaCl(s) + H2O(l)   => 1Na1+(aq)  + 1Cl 1-(aq)

Observe que a dissolução de um mol/litro de partículas de NaCl se dissocia em um mol/litro de íons Na+ e um mol/litro de íon de Cl-, totalizando 2 mols/litro de íons em solução.

Proporção: 1:1:1, logo a concentração da solução, de cátions e ânions será igual e a de íons será a soma de cátions com ânions.

1. Sulfato de cálcio => [ CaSO]

1CaSO4(s) + H2O(l)   => 1Ca2+(aq)  + 1SO4 2-(aq)

Observe que a dissolução de um mol de partículas de CaSO4  se dissocia em um mol de íons Ca2+ e um mol de íon de SO4 2-, totalizando 2 mols de íons em solução.

Proporção: 1:1:1

2. Cloreto de cálcio=> [ CaCl]

1CaCl2(s) + H2O(l)   => 1Ca2+(aq)  + 2Cl1-(aq)

Observe que a dissolução de um mol de partículas de CaCl2  se dissocia em um mol de íons Ca2+ e dois mols de íons Cl1-, totalizando 3 mols de íons em solução.

Proporção: 1:1:2


3. Sulfato de alumínio => [ Al2(SO4)]

1Al2(SO4)3(s) + H2O(l)   => 2Al 3+(aq)  + 3SO4 2-(aq)

Observe que a dissolução de um mol de partículas de Al2(SO4)3, se dissocia em dois mols de íons Al3+ e três mols de íons SO4 2-,  totalizando 5 mols de íons em solução.

Proporção: 1:2:3

4. Hidróxido de Magnésio =>  [ Mg(OH)]

Mg(OH)2(s) + H2O(l)   => Mg2+(aq)  + OH1-(aq)

Observe que a dissolução de um mol de partículas de Mg(OH), se dissocia em um mol de íons Mg2+ e dois mols de íons OH1-,  totalizando 3 mols de íons em solução.

Proporção: 1:1:2

Este raciocínio vale para soluções aquosas e diluídas de sais, ácidos e bases fortes. 

Onde consideramos 100% de separação dos íons. 

Isto não é real, principalmente para os ácidos.


CONCENTRAÇÃO MOLECULAR EM SOLUÇÃO


        A concentração molecular será igual a concentração molar, pois as moléculas ao se dissociarem na água não se ionizam, apenas se separam e a quantidade de soluto não muda.

Exemplo: solução de glicose de concentração molecular igual a 1,0 mol/litro terá uma concentração de partículas(molar) igual a 1,0 mol/litro, pois não ocorre ionização nem dissociação iônica.

Equação de dissolução: 1C6H12O6(s) + H2O(l)   => 1C6H12O6(aq)

A proporção sempre será de 1:1.

Obs: concentração de íons de substâncias moleculares ácidas será vista mais adiante, pois exige aprofundamento na matéria, que não é o nosso objetivo no momento.

EXPLICAÇÃO VISUAL ALTERNATIVA

Nenhum comentário:

Postar um comentário